sexta-feira, 4 de julho de 2008

... VERSÃO VESTIDO ...


...


Abre o armário
Entre tanto vestidos
Escolheste o mais bonito.
Cai como luva
Envolve teu corpo
O tecido que mexe tem vida.
E quando passas
É brilho ofuscante
Que até apaga os ladrinhos da rua.
Sim minha beleza
Você é minha ama
Diga o que queres, eu faço.
Aprendo a costurar
Bordar e tricotar
Te faço um vestido bonito.
Só para ter o prazer de dizer
Que minhas mãos tocam em você
Mesmo que por meio de um simples vestido.
Mas meu desejo é mesmo tira-lo
Abrir todos os botões
Te descascar, descobrir você em minhas mãos.


(VESTIDO)

2 comentários:

Milla disse...

Psiu.. mais um selinho pra ti no meu blog :p

Thiago da Hora Souza disse...

Visual novo e nem me convidou para inaugurar???