terça-feira, 1 de abril de 2008

... VERSÃO INCÓGNITA ...



Tenho uma penca de poeminhas que muitos amigos acham bacanas e tudo e tal... Porém, este blog está mais textual do que lírico, mas é inevitável a falta de criatividade num belo dia de terça-feira, onde se está com um livro de Direito Civil na mão, com a cabeça na quinta-feira em que se vai viajar e com o tesão aflorado de saudade de quem ama... Bom, ai está para refletir.


Para quê saber
Se existe a escola para ensinar?
Para quê viver
Se depois tem de morrer?
Perguntas tão simples
Incógnitas.


Para quê amar
Se depois vai se odiar?
Para que pedir
Se um dia tu terás?
Para quê querer
Se não há como escolher
O rumo de nossas vidas?
Perguntas tão simples
Incógnitas.


Para quê insistir
Se depois vai se cansar?
Para quê chorar
Se depois tem de sorrir?
Para quê sorrir
Se depois vai se chorar?
Perguntas tão simples
Incógnitas.


Para quê morrer
Se depois tem que viver,
Voltar?
Dá para explicar?


(Incógnitas - 04/10/2006)


Se transcorremos um pouco pelo "trenzinho" ai em cima, dá para vê que muitas vezes nos perguntamos coisas óbvias e os porquês das crianças sempre tem razão... Não existe muita resposta para a vida, racionalmente não, apenas subjetivamente.


3 comentários:

Cara estranho disse...

Uauuuu!
Menino põe este talento para fora.
vc escreve muito bem sabia?
parabééééns.
tbm adorei seu blog. depois vou te add aos meus favoritos viu?

Abraços

Anônimo disse...

Olá!
Obrigada pelo link.
estou completando dois meses de blog, hoje.
...
Essas coisas de código html e widgets foi um vício que peguei, de achar bonito e colocar no blog. Hoje concluo que nada disso é importante. A sobrevivência de um blog mesmo aqueles com opiniões e reflexões pessoais como os nossos depende do carinho que é dispensado ao leitor.
...
Teu blog não precisa destes recursos adicionais porque ele é muito aconchegante pela maneira com que escreves.
...
Adorei vir aqui!
...
Beijos!

Viviane Andrade disse...

Isso aí!
Póe mesmo pra fora porque é muito bom - parabésn pelo blog!

Abraços

simplesmenteviane.blogspot.com